TV Assembleia vence prêmio de jornalismo do Ministério Público

5f1cc5c6-c9bd-4ad2-84d9-2e305e4c26a2Crédito da Foto: Assessoria de Comunicação
A TV Assembleia foi a grande vencedora, na categoria telejornalismo, da premiação do Ministério Público do Rio Grande do Norte que elegeu os melhores trabalhos da imprensa relacionados à instituição em 2016.

Com a matéria “100 anos da ponte dos ingleses”, o repórter Mateus Magalhães desnudou a história do primeiro equipamento férreo que uniu a zona norte de Natal ao resto da cidade. Atualmente, a ponte ferroviária, paralela à ponte de Igapó, se deteriora sob sol, brisa e a maresia do rio Potengi.

::: CONFIRA AQUI A REPORTAGEM:::

“Não esperava arrematar o primeiro lugar. Acreditava no potencial de ser finalista. Eu assisti a matéria, sabia que estava boa, por uma soma de esforço, do motorista da equipe à edição. Mas como o foco da matéria não era a atuação do Ministério Público, eu não acreditava que a gente iria ganhar. Foi uma grata surpresa”, comemorou o repórter Mateus Magalhães. São ainda coautores da reportagem João Gonçalves da Silva, Edson Alves Bezerra e Sérgio Murilo de Faria.

Além de contar a história da obra, situando o contexto econômico que a demandou – escoação da cana-de-açúcar e do sal – a reportagem recorre a elementos populares como as lendas que surgiram no entorno da obra e situa o equipamento no tempo atual destacando o descaso do poder público, a quem o Ministério Público do Rio Grande do Norte recomendou a restauração pelo inegável valor histórico.

Não é a primeira vez que a TV Assembleia arremata o prêmio do Ministério Público.
Em 2011, Aa jornalista Larisse de Souza, venceu na categoria telejornalismo, com uma edição do programa Cidadão do Futuro, abordando a temática das drogas na infância e adolescência.

Veja a lista com os premiados em todas as categorias:

VENCEDORES

MENÇÃO HONROSA

Menção honrosa a Marco Escobar, da Uern TV, com a matéria Educação Infantil.

Menção honrosa ao Novo Jornal pelo projeto Master Foca.

ESTUDANTE

Categoria Estudante: 1º lugar: Danielly Costa (Novo Jornal) com a matéria “Adoção, amor além da escolha”.

Matéria teve como coautores Alessandra Imperial, Jaqueline Barbosa, Sillas D’Nóbrega, Nathália Gomes.

Categoria Estudante: 2º lugar: Wallace Maxsuel de Azevedo (Novo Jornal) com a matéria “Transparência opaca”.

Categoria Estudante: 3º lugar: Iago Matheus C. X. Cruz (Novo Jornal) com a matéria “Consórcio como solução pode acabar com lixões”.

Coautores foram Ana Paula de Freitas G. Mafra, Andréa Ferreira da C. Figueiró, Daltro R. Emerenciano e Débora Anne L. do Nascimento.

WEBJORNALISMO

Webjornalismo: 1º lugar: Francisco Ricardo S. de Araújo (Tribuna do Norte). “Canto das Marias – História de violência contra mulher”.

Webjornalismo: 2º lugar: Frederico Augusto da S. Carvalho (G1). “Desvio no Idema chegam a R$ 35 milhões, aponta relatório do TCE/RN”.

Webjornalismo: 3º lugar: Anderson da Silva Simões Barbosa (G1). “Operação combate facção que age dentro dos presídios do RN”.

RADIOJORNALISMO

Radiojornalismo: 1º lugar: Mallyk Nagib Gonçalves de Sousa (CBN). “UBER x Táxi em Natal”

Radiojornalismo: 2º lugar: Ciro Pereira Revoredo Marques (96 FM). “Trânsito de carroças em Natal”

Radiojornalismo: 3º lugar: Roberta Caroça Seixas (CBN). “Transformando Destinos e as estratégias de enfrentamento às drogas”

JORNALISMO IMPRESSO

Jornalismo impresso: 1º lugar: Norton Rafael Neves de Amorim (Novo Jornal). “S.F.S, 15 anos, estuprada pelo padrasto até engravidar”

Jornalismo impresso: 2º lugar: Cledivânia Pereira Alves/Aura Mazda (Tribuna do Norte). “AL triplicou vagas de comissionados em 5 anos”

Jornalismo impresso: 3º lugar: Arthur Barbalho Braz (Tribuna do Norte). “Fraudes em Parnamirim ocorreram entre 2009/15”.

TELEJORNALISMO

Telejornalismo: 1º lugar: Matheus Azevedo Magalhães (TV Assembleia). “100 anos da ponte dos ingleses”.

#MPRN A matéria que ficou na 1ª colocação teve como coautores João Gonçalves da Silva, Edson Alves Bezerra e Sérgio Murilo de Faria.

Telejornalismo: 2º lugar: Roberta Caroça Seixas (TV Tropical). “MP no combate à violência contra a mulher”

Telejornalismo 3º lugar Victor Ferreira de Lima (TV Ponta Negra). Mulheres buscam apoio para romper com o ciclo da violência doméstica

#MPRN A matéria que ficou na 3ª colocação teve como coautor Francisco Ricardo Silva de Araújo.

fc76eb08-7205-4be9-aa2a-cdb7c6208b58FOTOJORNALISMO

Fotojornalismo: 1º lugar: Magnus Teixeira do Nascimento (Tribuna do Norte). “Por medo, hospitais fecham prontos-socorros ao público.

_alex-servicos-verniz-localizado11

UFRN abre inscrição de municípios para Trilhas Potiguares 2017

Estão abertas as inscrições para os municípios interessados em participar da edição 2017 do programa de extensão Trilhas Potiguares, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). As cidades devem ter população de até 15 mil habitantes e assumir os compromissos descritos no edital, que pode ser acessado no endereço www.trilhaspotiguares.ufrn.br. Maior programa de extensão da UFRN, o Trilhas Potiguares proporciona interação entre universidade e comunidade, buscando a construção solidária do saber voltado para o desenvolvimento sustentável.

A inscrição dos municípios é realizada até 24 de fevereiro de 2017 mediante preenchimento de ficha anexa ao edital, que pode ser encaminhada por e-mail, entregue na Coordenadoria de Programas e Projetos da Proex ou por via postal. Os municípios selecionados serão divulgados no site da Proex até 17 de março de 2017.

_mundoinfantil